Você já ouviu falar sobre a Síndrome do Amor Negativo? Ela fez parte da infância de todos nós e, agora, faz parte do desenvolvimento dos seus filhos. Essa teoria, desenvolvida por Bob Hoffman, é a base do treinamento que aplicamos, o Processo Hoffman. Bob dizia assim: “no sentido mais amplo, o Amor Negativo é nada mais do que o estado de se sentir indigno de ser amado”.

processohoffman-bobhoffmanVocê já ouviu falar sobre a Síndrome do Amor Negativo? Ela fez parte da infância de todos nós e, agora, faz parte do desenvolvimento dos seus filhos.

Essa teoria, desenvolvida por Bob Hoffman, é a base do treinamento que aplicamos, o Processo Hoffman. Bob dizia assim: “no sentido mais amplo, o Amor Negativo é nada mais do que o estado de se sentir indigno de ser amado”.

Você pode não reconhecer esse estado conscientemente, mas ele seu deu por vias emocionais e até hoje influencia seus comportamentos, em especial, os negativos. O pior é que, se você realmente não se der conta do que a Síndrome fez e faz com você (ou seja, se você não desenvolver o Autoconhecimento) também não se dará conta do que ela faz em relação aos seus filhos.

Considero esse assunto muito importante, por isso, preparei, junto com minha equipe, um texto para que você saiba o que é a Síndrome do Amor Negativo, basta clicar para ler.

Está em pdf para você poder salvar em seu computador e, se desejar, compartilhar com outras pessoas.

Espero que goste!

Temas: , ,

Expert em Autoconhecimento e Inteligência Comportamental, considerada uma das maiores especialistas no método Hoffman, no Brasil. Palestrante, Coach, Master Practitioner em PNL, Consteladora Sistêmica, autora de "O Mapa da Felicidade" e coautora de mais sete livros sobre Gestão de Pessoas, Liderança e Coach. É diretora do Centro Hoffman

2 respostas para “A Síndrome do Amor Negativo e como ela afeta sua família”

  1. Jessica Silva disse:

    PERFEITO, o artigo , simplesmente AMEI! Vou passar a seguir o site de vocês, muito obrigada pelo conteúdo! 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *