A prosperidade liga você à abundância do universo e você entra na roda e no círculo virtuoso. E, de fato, se fôssemos resumir, somente o amor é abundante neste mundo e não tem fim nunca.

artigo_prosperidade tem tudo a ver com amor proprioProsperidade é muito mais que “saúde e dinheiro no bolso” – um desejo tão comum na época de final de ano. Trata-se de algo que nos envolve por inteiro e que não existe num único lugar ou para uma única pessoa. Prosperidade envolve você e seu entorno e reforço: pessoas prósperas são aquelas que têm amor-próprio.

É muito comum eu dizer às pessoas: primeiro, olhe para você, faça por você; primeiro, leve oxigênio para você, valide-se, cuide-se, ame-se e o que transborda em você é, naturalmente, distribuído às pessoas à sua volta. Porém, quando afirmo isso, muita gente faz confusão com egoísmo. “Quer dizer que tenho que olhar só para mim?”. Não, não.

Como disse, quando você se ama, este amor transborda, ele é prospero, ele é abundante. Portanto, você vai compreender mais as pessoas, vai sentir mais compaixão por elas, arrumará tempo e espaço para que possa ouvi-las, para que possa dedicar-se um pouco ao outro.

Aliás, a prosperidade inclui o trabalho voluntário. Ela também significa você agir para beneficiar o outro com seus próprios talentos e recursos pelo simples prazer de contribuir, porque você sabe que tudo cresce sempre que você contribui.

Por isso, amor-próprio tem tudo a ver com prosperidade. Eu não posso me amar se eu não for próspera. Se eu não for próspera de compaixão comigo, de compreensão pela minha história, se eu não conseguir me entregar a mim mesma, reconhecer os meus pontos fortes e meus pontos fracos, se eu não for capaz de viver a prosperidade do amor dentro de mim.

Lembra? Prosperidade é algo que cresce, que transborda. É fundamental que você primeiro se ame. As pessoas que fazem o Processo Hoffman (curso de Autoconhecimento), saem realmente amando mais e, primeiro, a si mesmas.

Mas vale prestar atenção, porque se você está amando a si mesmo, mas sem olhar para o outro…. uhmmm… Isso não é amor! Tudo o que me acontece influencia o que está à minha volta e tudo o que acontece à minha volta tem significado para mim. Se existe alguém pobre ou triste à minha volta, a prosperidade dentro de mim me faz transbordar sobre aquela pessoa com o meu amor, o meu cuidado, a minha delicadeza, gentileza, isso é prosperidade. Não é apenas obter dinheiro, porque ter dinheiro e ser rico é só uma coisa, e não significa abundância e muito menos prosperidade.

A prosperidade é um todo e inclui você por inteiro. A prosperidade espiritual, por exemplo, é uma conexão profunda com você e com o grande, com o universo, sabendo que o “fora e o dentro” são um só. Quanto à prosperidade intelectual, pergunto: quantos livros você leu no último ano? Quanto disposto esteve e está a aprender? Quantos curso fez? A quantos filmes assistiu? Quanta informação mais você colocou na sua cabeça? Você pode crescer e mudar intelectualmente e aprender coisas novas até o final da vida.

E o quanto você amou? Quanto expressou seus sentimentos? Quer eles tenham sido negativos e você teve muita raiva, sentiu ciúmes, resistiu a uma mudança, ou quer você tenha amado muito, acarinhado e compreendido, e tenha sido próspero com seu amor e com sua capacidade de doar.

E o quanto você foi próspero com seu corpo? Quanto de alimentação saudável ingeriu? Quanto fez de exercício? Deu de abraço ou beijos? Quantos olhares você entregou?

Tudo isso é prosperidade, e ela precisa estar alinhada a seus quantos aspectos ou inteligências: intelectual, emocional, espiritual e física.

A prosperidade liga você à abundância do universo e você entra na roda e no círculo virtuoso. E, de fato, se fôssemos resumir, somente o amor é abundante neste mundo e não tem fim nunca. No amor não existe escassez, não existe pobreza, não existe falta, não existe “não posso”, não existem medos. Sabendo que amor é sempre dar e receber, amor é sempre troca, amor é sempre para você e para o outro, e a prosperidade também.

Com amor e luz,
Heloísa Capelas

Temas: , , ,

CEO do Centro Hoffman, é expert em Autoconhecimento e Inteligência Comportamental, considerada uma das maiores especialistas no método Hoffman no Brasil. Palestrante, Coach, Master Practitioner em PNL, Consteladora Sistêmica, autora de "O Mapa da Felicidade" e de "Perdão, A Revolução que Falta", além de coautora de mais sete livros sobre Gestão de Pessoas, Liderança e Coach.

3 respostas para “Prosperidade tem tudo a ver com Amor-Próprio (e nada a ver com egoísmo)”

  1. Karlene disse:

    Muito Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *