Durante o evento, conquistas e sucessos de 2009 foram relembrados, como o lançamento do “Caminho da Liderança”, projeto voltado à formação de líderes que está dentro da Universidade de Harvard e que tem a metodologia do Processo Hoffman como principal pilar do treinamento.

Lêda Tanus, diretora executiva da ONG, e Heloisa Capelas, diretora do Centro Hoffman

Lêda Tanus, diretora executiva da ONG, e Heloisa Capelas, diretora do Centro Hoffman

Hopeman
Hopeman é a nova denominação atribuída a todos os ex-alunos do Centro Hoffman. Da tradução literal de “homem esperança”, representa a transformação que o Processo Hoffman possibilita às pessoas. Hopeman é o indivíduo que resgata sua história para poder transformar o seu futuro como cidadão consciente e que contribui para o bem-estar do mundo. A diretora Heloisa Capelas explicou o conceito com a metáfora da semente. “Começamos nossa vida como uma semente, crescemos para nos tornar árvores frutíferas. No Hoffman, essa semente é regada e se transforma em Hopeman, significa a pessoa se apropriar de sua árvore para produzir muitos frutos, dentro de seu coração, na sua casa, com seus vizinhos, no seu trabalho e no mundo”.

Esperança e Sonhos na parceria com a Make-a-Wish
A efetivação de qualquer mudança de comportamento depende de prática e treino constantes e um ano é o período recomendado para a instalação deste novo aprendizado — a partir de dentro —, para que você obtenha a autonomia emocional necessária e, assim, possa concretizar os desejos da sua vida, de uma forma mais fácil e merecedora. Foi com base neste trabalho de transformação e da esperança por um mundo melhor que se firmou a parceria com a Make-A-Wish Brasil, instituição que realiza o desejo de crianças com enfermidades que colocam em riscos suas vidas.

A participação do Centro Hoffman se dará em duas frentes: fortalecendo o treinamento para os voluntários da entidade por meio de um trabalho focado no desenvolvimento emocional; e participando e fomentando as ações sociais.

Filiada a Make-A-Wish® Internacional, a ONG surgiu no Brasil há um ano, mas já é referência em transformar sonhos de crianças numa realidade, refletindo positivamente na melhora dos estados de saúde. Os fundadores e diretores da instituição no Brasil são, em sua maioria, ex-alunos do Centro Hoffman. “Fiz o Processo Hoffman há cerca de 10 anos e foi um presente”, disse o presidente Salim Tannus. Ele conta que o curso resgatou sua esperança e sonhos, e que dentro desse novo contexto conheceu a Make-A-Wish International, surgia ali o desejo de trazer o trabalho para nosso país. “A coisa mais linda neste trabalho é que nunca há tristeza na realização de um desejo. A alegria de viver, de rir, está à frente das complicações e as pessoas que participam de um desejo também se contagiam”, ressaltou emocionado Salim.

Depoimentos
“Foi sensacional! O movimento que esta noite causou dentro de mim foi maravilhoso!”
Sandra Cristina Ussen Wehbi Aznar

“Fez reviver tudo o que queremos ser e é isso que devemos incorporar diariamente”
Telma Neves Volta

“Foi muito emocionante. Achei lindo o trabalho da Make-A-Wish e a palestra do Rodrigo foi uma grata surpresa”
Renato Pavan

“Excelente! Dentro de nós sempre nos renovamos em momentos como este”
Sônia Verano

“Foi muito bom. Algo especial e que é até difícil descrever”
Marco Antônio Nunes da Costa

“A palestra foi 10! Muito boa!”
Rita de Cássia Ussen Wehbi

“Foi um momento importante sobre reflexão de sonhos”
Gabriel Marques