Enquanto escolhermos a mágoa e o não-perdão, continuaremos a entregar o nosso lixo emocional – a nós mesmos e às pessoas a quem mais amamos.