Em meio às festas de fim de ano, tire um tempinho para celebrar a pessoa mais importante que existe na sua vida: você mesmo.

Esta época repleta de datas comemorativas, por si só, propicia para que todos possamos nos lembrar da importância das celebrações e, acima de tudo, de celebrarmos a nós mesmos.

Mesmo porque, muitas vezes, os compromissos cotidianos e a agenda apertada nos deixa com pouco tempo para essa experiência única e tão prazerosa que é a de celebrar tudo aquilo que somos e tudo aquilo que nos tornamos. Deixamos de vivenciar a certeza de que somos seres únicos e de que, como tal, merecemos o que há de melhor.

Por isso, neste fim de ano, proponha-se a mergulhar nesta sensação. Deixe o amor fluir. Primeiramente o amor que você sente por você e, em seguida, aquele que você entrega às pessoas que estão ao seu redor, sem esperar nada em troca.  Aproveite os encontros com amigos e parentes queridos, tão comuns nesse período do ano, para se lembrar que você é um ser gregário e, por isso, precisa de gente para amar e para se sentir amado.

O primeiro passo para dar início a essa experiência tão essencial é, justamente, observar-se. Pare por um instante, reserve-se num ambiente de sua preferência e reflita sobre tudo o que passou neste último ano. Veja quais foram os pontos em que você acertou. Reviva suas conquistas. Orgulhe-se de tudo aquilo que conseguiu fazer por você, por aqueles a quem ama e pelo mundo ao seu redor.

Em seguida, reflita também sobre os aspectos que poderiam ter sido melhores. Lembre-se de que você é responsável por suas próprias decisões e caminhos e, ainda que os resultados não tenham sido positivos, só cabe a você rever as escolhas que fez e definir maneiras de melhorá-las. Os obstáculos que aparecem ao longo da sua trajetória servem, principalmente, para mostrar que você é capaz de superá-los e aprender importantes lições com essa capacidade de superação.

Retrospectiva da sua história
Nessa época, é comum que jornais e programas de televisão exibam retrospectivas dos fatos mais marcantes acontecidos ao longo do último ano em todo o planeta. Faça você também a sua própria retrospectiva, com sinceridade e amorosidade. Tenha orgulho das decisões que tomou e dos caminhos para os quais essas escolhas o levaram.

É claro que, por tantas vezes, as coisas podem ter acontecido de uma maneira diferente da que desejava ou esperava. Afinal, embora seja única, a sua vida está entrelaçada à vida e às escolhas de tantas outras pessoas. Sendo assim, tenha consciência de que você não tem poder para modificar as decisões alheias, mas tem capacidade para reagir e lidar com o próximo de maneiras mais positivas.

Lembre-se de que, como todo ser humano, você é imperfeito e, por isso, invariavelmente, vai cometer erros. O mesmo acontece com quem está próximo a você, ao seu redor, compartilhando a própria vida contigo. Portanto, perdoe-se pelas escolhas que não deram certo e desculpe aqueles a quem você mais ama por tudo aquilo que não o agradou.

Aproveite esse fim de ano para encerrar um ciclo e dar início a outro. Renove-se. Compartilhe todo o amor que existe em você. E use a auto-observação como ponto de partida. Só assim ganhará consciência e compreenderá que, de fato, tudo aquilo que você é merece ser celebrado.

O amor-próprio, tal como a amorosidade por tudo e todos aqueles que o cercam, precisa ser exercitado diariamente. É necessário manter os olhos e o coração bem abertos para que se possa entrar em contato com esse sentimento tão profundo e, ao mesmo tempo, tão espontâneo. Alguns trabalhos, como o Processo Hoffman, trazem importantes contribuições para quem busca aprimorar essa consciência. A partir de exercícios práticos e técnicas de imersão, os alunos que participam desse treinamento ganham a oportunidade de conhecer a si mesmos e de compreender que, se assim desejarem, tudo pode ser aprimorado, transformado e conquistado.

A trajetória que seguirá depende exclusivamente de você. Quem e como você quer ser? Para onde deseja ir? Quais caminhos e transformações pretende realizar? Desejo a você todas as conquistas a que se propuser, toda a felicidade que lhe cabe e todo o amor que já é seu por natureza. Mais que isso, desejo que faça com que todos os dias lhe tragam boas razões para orgulhar-se, amar-se, aprimorar-se e, acima de tudo, celebrar-se.

Temas: , ,

CEO do Centro Hoffman, é expert em Autoconhecimento e Inteligência Comportamental, considerada uma das maiores especialistas no método Hoffman no Brasil. Palestrante, Coach, Master Practitioner em PNL, Consteladora Sistêmica, autora de "O Mapa da Felicidade" e de "Perdão, A Revolução que Falta", além de coautora de mais sete livros sobre Gestão de Pessoas, Liderança e Coach.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *